Unesc
Política

Vereador promete ir à justiça para conseguir licença sem remuneração

Samae
REDAÇÃO

Os vereadores de Morro da Fumaça rejeitaram na sessão de terça-feira (21) por cinco votos a dois o pedido de licença particular não remunerada de autoria do progressista Jerson Maragno. Com mais de 60 anos de idade, e por ter um filho que passou por um transplante de rim há pouco tempo, ele está no grupo de risco em virtude do Coronavírus/Covid-19.

“A licença é para que eu não corra riscos e, principalmente, não coloque a minha família em risco. A mesma licença que eu solicitei, outros vereadores solicitaram no decorrer do mandato. Infelizmente, minha solicitação foi reprovada pela maioria dos vereadores de forma politiqueira e irresponsável”, desabafou em uma rede social.

M2M Produtos e Serviços
Posto Pellegrin
Top Textil
Vanessa Zanatta
Unicinco
Costa Serviços Contábeis

Maragno já adiantou que vai procurar a justiça para conseguir a licença. “Eles não podem me tirar o direito de preservar a minha saúde e de minha família. Vou entrar judicialmente solicitando essa licença. Fico triste com a decisão maldosa da maioria dos vereadores e, principalmente, com as pessoas que ficam espalhando informações erradas e falsas”, lamenta o vereador.

RAC

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cermoful
Topo