Orgulho fumacense | Morro da Fumaça Notícias
Drogaria barato popular
Colunistas

Orgulho fumacense

O advogado Alexandre Barcelos João, de Morro da Fumaça, uma das cabeças brilhantes do Direito catarinense, beliscou uma indicação ao quadro de desembargador substituto do Tribunal Regional Eleitoral. O resultado saiu nesta quarta-feira (29). Ele esteve na lista de três, onde o escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro foi Renato Boabaid, de Florianópolis (imagino que funcionou o “QI” do senador Dário Berger).

Só o fato de estar nesta lista é um prêmio e reconhecimento ao brilhantismo profissional do fumacense. Detalhe: Barcelos João é muito mais da área eleitoral do que o próprio escolhido. Quer dizer, o presidente Bolsonaro deve ter escolhido por outras razões, já que a indicação é para o eleitoral. Isso porque o escolhido é especialista na área criminal.

Posto Pellegrin
Vanessa Zanatta
RAC Selo
Viva Escolha Saudável
Top Textil
Couto e Cechinel advogados

Especulação

Não deve surpreender se o nome de Alexandre Barcelos João, agora, aparecer numa lista de pretensos candidatos à eleição da Cermoful, no ano que vem. Havemos de lembrar que “uma coisa é uma coisa, a outra é outra”. Digo isso porque abro a coluna elogiando o brilhantismo do advogado e alguém pode interpretar diferente do que é. Conheço pouco das verdadeiras pretensões e possibilidades dele no jogo da Cermoful. Quer dizer, minha análise não pode ser interpretada como uma defesa, mas sim um contexto inevitável.

Bom exemplo

O lado bom da Cermoful é que nestes dias em que em Forquilhinha acontece a eleição do Conselho de Administração da Coopera – votação será dia 8 – um dos assuntos preferidos é que o cooperativismo deve olhar para o que a cooperativa com sede em Morro da Fumaça vem fazendo. Quer dizer, passou nos últimos tempos de uma cooperativa cheia de desconfianças para um modelo que agora é padrão às outras. Segredo: gestão feita com foco no cooperativismo e o alerta permanente de uma boa fiscalização.

Da semana passada

A informação trazida em primeira mão, aqui na coluna, do convite feito ao empresário Caio Pellegrin para ser candidato a prefeito rendeu. A sondagem foi feita pela deputada federal Geovânia de Sá, presidente estadual do PSDB. O empresário teria “balançado”, mas no fim de semana concedeu entrevista exclusiva à jornalista Gabriela Recco para descartar essa possibilidade. Segue focado no supermercado, inclusive, anunciando melhorias aos clientes.

Adendo

Assim como em algumas outras cidades, a missão da oposição em Morro da Fumaça em encontrar um nome forte para contrapor o atual não é fácil. Inclusive o discurso da oposição não pode ser o antigo. Mesmo quem concorrer contra determinados prefeitos em mandato não pode sair na linha da desconstrução. A palavra de ordem nestes casos é “alternativa”, nada além.

Vem ai a Câmara

A expectativa em Morro da Fumaça é pelo retorno do recesso parlamentar na próxima terça-feira (4), quando acontece a primeira sessão ordinária do ano. Será a estreia da nova Mesa Diretora comandada pelo presidente Alison Felix Bertan (PL). A movimentação inicial será para a definição das comissões permanentes.

Da oposição

Aliás, os vereadores do progressistas Antonio Delucca e Jerson Maragno, teriam sido convidados a participar das composições, mas recusaram o convite. Isso é um indicativo forte de como será o jogo político neste ano. O MDB deve ficar com a maioria das presidências de comissões, juntamente com o PSD.

Fica na cadeira

Ao que tudo indica, a vereadora em exercício Lucilene Pagnan Cechinel (PSD) segue ocupando a cadeira do vereador licenciado Miguel Zaccaron Darolt, também do PSD. Desde o segundo semestre de 2019 ele ocupa a assessoria jurídica do Legislativo. Ontem ele me confirmou que por enquanto segue tudo como está e diz: “vou analisar o movimento das peças no tabuleiro. Conforme o andar da carruagem poderia voltar se for preciso”.

Só ouço isso

O MDB fumacense tem insistido na tese de encabeçar a chapa majoritária neste ano, diferente do que aconteceu em 2016 quando indicou o candidato a vice na chapa do ex-prefeito Nado Maccari (PSD). No entanto, chegamos ao início de fevereiro e não há nem sinal do possível candidato que vai assumir esse desafio.

Foco na Fumaça

O prefeito Noi Coral (PP) chegou a ser sondado para ser o presidente da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec). Em 2020, o Progressistas é quem comanda a instituição. Mas ao seu modo peculiar de ser, Coral negou imediatamente o convite. O prefeito de Treviso, Jaimir Comin, então, assumirá a presidência.

No Rádio

Eu estou todos os dias, de 7h às 10h no Programa João Paulo Messer, na rádio Eldorado AM 570 e FM 89,5, com estas e outras informações.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cermoful
Topo