'Momo' aparece em vídeos de slime no YouTube Kids e deixa pais preocupados | Morro da Fumaça Notícias
Fumacense
Geral

‘Momo’ aparece em vídeos de slime no YouTube Kids e deixa pais preocupados

Por Olhar Digital

Personagem surge no meio de vídeos e incentiva o suicídio de crianças; YouTube diz que não encontrou conteúdo inadequado na plataforma.

Momo é uma personagem estranha que surgiu há algum tempo na internet e chamou a atenção por assustar crianças e deixar pais em alerta pelo mundo inteiro. Inicialmente espalhado pelo WhatsApp, o perfil em questão enviava conteúdo perturbador para quem entrasse em contato, sugerindo até automutilação para crianças.

Recco
RAC Selo
CDL Morro da Fumaça
Posto Pellegrin
Sicredi
CE Davi

Agora parece que a Momo voltou. Dias depois do Google anunciar que vai interromper a monetização de vídeos que envolvem a personagem, novos relatos indicam que a Momo começou a surgir em meio a vídeos voltados para o público infantil – superando inclusive os filtros do YouTube Kids.

É uma questão bastante grave, principalmente considerando que a Momo surgiu em meio a vídeos de crianças brincando com slimes – o tipo de conteúdo que os pequenos gostam bastante e consomem muito quando estão à frente do YouTube. Em vez das pessoas brincando, os vídeos apresentavam a Momo ensinando como fazer para cortar os pulsos. Pais relatam que seus filhos ficaram traumatizados com as imagens, e estão até com dificuldade para dormir.

Em nota ao site da Revista Crescer, o YouTube se defendeu das acusações e diz que não vê evidências da promoção do “Desafio Momo” no YouTube. O departamento de comunicação do YouTube Kids também nega que vídeos da personagem tenham furado o filtro de conteúdo infantil. “Ao contrário dos relatos apresentados, não recebemos nenhuma evidência recente de vídeos mostrando ou promovendo o desafio Momo no YouTube Kids. Conteúdo desse tipo violaria nossas políticas e seria removido imediatamente”, diz uma nota.

Não é a primeira vez que usuários relatam que o YouTube Kids exibiu conteúdo inadequado para crianças e é mais um lembrete de que sistemas de recomendação na internet são bastante problemáticos e podem ser usados para espalhar teorias conspiratórias e desinformação em geral. Por isso, é fundamental que os pais acompanhem de perto o conteúdo consumido pelos filhos para garantir que eles vejam coisas adequadas às suas idades.

Confira a matéria no site www.olhardigital.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cermoful
Topo