Unesc completa 54 anos de grandes histórias e transformações | Morro da Fumaça Notícias
Unesc
Educação

Unesc completa 54 anos de grandes histórias e transformações

ASSESSORIA UNESC

Reconhecida como de excelência pelo MEC e está entre as cinco não estatais mais empreendedoras do Brasil.

O mês de junho é de comemoração para a Unesc. É quando a instituição celebra 54 anos de atuação de importantes contribuições no ensino, na pesquisa e na extensão. Criada pela Lei Municipal nº 697, de 22 de junho de 1968 pelo ex-prefeito de Criciúma, Ruy Hulse, e instalada oficialmente como Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), em 18 de novembro de 1997, tem muito o que comemorar.

CDL Morro da Fumaça
Costa Serviços Contábeis
Daiani Salão de Beleza
Aliança benefícios selo
Layze Guollo
RAC Selo

Nesta data, ao completar aniversário de fundação, a Unesc se consolida como Universidade Comunitária do Sul Catarinense, é reconhecida como de excelência pelo Ministério da Educação (MEC) e está entre as cinco não estatais mais empreendedoras do Brasil, com forte destaque nacional e internacional na ciência e na extensão. São mais de 14 mil pessoas circulando diariamente pelo Campus, e a instituição orgulha-se da formação de seus mais de 50 mil profissionais que, ao longo da sua trajetória, levam consigo, enquanto agentes de transformação social, o grande compromisso de melhorar as condições de vida das pessoas e a vida em sociedade.

“A Unesc, ao longo das últimas décadas, vem se consolidando como um espaço democrático, em que estudantes, docentes e técnicos administrativos em educação, com as mais variadas visões de mundo, produzem e compartilham conhecimento, desenvolvem suas potencialidades e contribuem para a construção de uma sociedade justa e equânime em perfeita sintonia e fortes contribuições ao desenvolvimento para melhorar a qualidade de vida. Somos uma Universidade que avança de forma consistente e sustentável com responsabilidade rumo ao futuro”, destaca a reitora Luciane Bisognin Ceretta.

Segundo Luciane, a estrutura com polos avançados em Araranguá e Balneário Rincão, além das parcerias com diversos outros municípios brasileiros nos polos de Educação a Distância (EaD), levam educação de qualidade socialmente referenciada a um número cada vez maior de pessoas. “É por meio do intenso trabalho em ensino, pesquisa e extensão que a Unesc promove processos de transformação social e de inovação, contribui para o desenvolvimento dos territórios em que atua e reafirma seu compromisso com a busca constante pela excelência acadêmica com inclusão social. Nossa Universidade possui forte compromisso com o território do seu entorno, e apresenta em todos os municípios parcerias importantes que a colocam como referência na educação superior do sul catarinense”, afirma a reitora.

Entre as cidades parceiras está Criciúma. Para o prefeito, Clésio Salvaro, a Unesc não é apenas uma Universidade, ela é a nossa Universidade. “Uma Universidade que contribui de forma significativa para o desenvolvimento de Criciúma, unindo ciência, inovação e tecnologia em prol da nossa gente e de todo o Sul de Santa Catarina. São 54 anos de muita história e de grandes conquistas para a Unesc”, destaca.

A Universidade também desenvolve projetos estratégicos que representam conquistas significativas ao longo do tempo, reconhecidos pela sociedade de diversas formas, dentre as quais está o prêmio de Responsabilidade Social concedido pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). Resultado este que se dá pela importante contribuição nas ações da Covid-19 ao Sul do estado assumindo o protagonismo no suporte regional para prevenção e combate ao coronavírus, propondo medidas diretas e indiretas, como o auxílio ao poder público e a outras organizações do Sul de Santa Catarina.

“Durante todo este período, por meio da educação, transformou a vida de muitas pessoas, sobretudo dos criciumenses, e o dia a dia da nossa cidade. Somos gratos por todo desenvolvimento que a Universidade nos proporciona”, completa a presidente do Legislativo de Criciúma, Roseli De Lucca.

A Instituição também conta um grandioso espaço de transformação que é o Parque Científico e Tecnológico (Iparque). Lá, uma equipe está à frente de diversas outras ações que fornecem subsídios técnicos importantes para fomentar o desenvolvimento da região, atender organizações do setor público e privado e ofertar serviços diferenciados.

Mas o que é ser uma instituição comunitária e quais os diferenciais?

Instituições comunitárias de educação superior não tem finalidades lucrativas e reinvestem todos os resultados nas próprias atividades educacionais. E é assim na Unesc. Todos os recursos adquiridos, seja via mensalidade ou por meio de outras fontes de arrecadação, como convênios, por exemplo, são investidos na própria Universidade. A Unesc não é pública e nem privada, ou seja, não tem proprietário. Ela é de todos.

As universidades comunitárias foram regulamentadas em 2013. Em Santa Catarina, as instituições comunitárias, em sua grande maioria, surgiram na década de 70, e se constituíram a partir da necessidade de expandir o Ensino Superior ao interior do estado, pois os recursos federais e estaduais estavam concentrados principalmente na capital. São iniciativas das próprias comunidades, que se organizaram e se mobilizaram para facilitar o acesso ao Ensino Superior em diferentes regiões, sendo estas Universidades responsáveis pelo desenvolvimento do Estado de Santa Catarina.

Para o governador do estado, Carlos Moisés da Silva, as universidades comunitárias estão diretamente ligadas à trajetória de desenvolvimento do Estado em todas as regiões. “Nossa gestão também acredita no poder transformador da educação e tem sido parceira das instituições, com investimentos recordes em bolsas de estudos e de pesquisa. Enquanto ajudamos nossos jovens a não desistirem dos estudos e dos seus sonhos, vamos construindo um futuro melhor para todos. Meus cumprimentos à Unesc e a todos que fazem parte da história da universidade, por estes 54 anos de contribuição a Santa Catarina, em especial ao Extremo Sul”, parabeniza.

Atividades desenvolvidas

Um dos grandes diferenciais em ser uma Universidade Comunitária está nas atividades sociais desenvolvidas. Isso quer dizer, de forma geral, que tem o compromisso com a comunidade onde está inserida e promover transformações em seus territórios.

Nos últimos dois anos, em meio à maior crise sanitária do século, a Universidade mostrou ainda mais seu potencial. Contribuiu com a pesquisa na área da saúde, com a produção de equipamentos de proteção facial e respiradores, com a produção de ozônio para desinfecção de ambientes, com informações epidemiológicas diárias, com um dos primeiros sistemas de atendimento eletrônico o telecovid Unesc e também o Acolher Covid Unesc com atendimento à saúde mental.

Participou de pesquisas internacionais sobre os impactos da Covid-19 na saúde humana e acompanhou o cenário econômico por meio do seu observatório de desenvolvimento socioeconômico e de inovação. Ofereceu cuidado e recursos tecnológicos para colaboradores e estudantes e se destacou com uma das Universidades de melhor desempenho na gestão da pandemia.

O presidente da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), José Cláudio Gonçalves, o Neguinho, salienta que a Universidade representa ensino, desenvolvimento e credibilidade em todos os seus projetos. “A Região Carbonífera se orgulha muito de ter a  Unesc, esta Universidade Comunitária que faz este belo trabalho de prestação de serviço para toda a comunidade do Sul de Santa Catarina”.

Produção de conhecimento

A Unesc também é um centro de produção de conhecimento científico de excelência. Por meio dos seus oito programas de mestrado e cinco programas de doutorado, mais de 500 projetos de pesquisa e mais de 100 Grupos de pesquisa certificados, se destaca e figura-se em posições muito privilegiadas em diversos rankings nacionais e internacionais na ciência.

Em todas as áreas do conhecimento a Universidade apresenta registros importantes de sua atuação como polo científico. A internacionalização da produção do conhecimento, bem como da mobilidade acadêmica e das múltiplas conexões estão presentes em mais de 50 convênios com diversos países, o que configura a Unesc a identidade de universidade internacionalizada.

“A Unesc exerce papel fundamental para o desenvolvimento do ecossistema de Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI) não só da região Sul, mas de todo o nosso estado. Não só na formação de profissionais qualificados, mas em todos os níveis de atuação, seja pelos atendimentos nas Clínicas Integradas, no desenvolvimento de pesquisas, nas ações de inovação, e na liderança que desempenha nas principais demandas da comunidade local”, sublinha o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do estado de Santa Catarina (Fapesc), Fábio Holthausen.

Serviços Gratuitos à população

Uma Universidade Comunitária também deve oferecer serviços gratuitos à população. Protagonista para o crescimento da região e para a história das pessoas, o conhecimento toma forma e vai para além de nossos muros, transformando-se em cuidados, serviços, inovação, tecnologia e, acima de tudo, qualidade de vida.

Anualmente, mais de 150 mil pessoas são atendidas somente nas Clínicas Integradas, com serviços de diversas áreas, além do atendimento nas Casas da Cidadania, em Criciúma e Cocal do Sul. Ali, profissionais e estudantes se dedicam diariamente ao cuidado da vida e com atendimentos gratuitos.

Entre os muitos diferenciais da instituição, estão as atividades concomitantes com o UnescTec, a formação técnica da Universidade que oferece interessantes oportunidades a quem quer ampliar sua formação com entrada rápida no mercado de trabalho, além disso, a Formação Continuada de professores e gestores de diversas cidades, e o Plano de Desenvolvimento Socioeconômico da Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (Amesc), em parceria com o Sebrae/SC e municípios do Vale do Araranguá, planejando o futuro para os próximos 10 anos.

“A Unesc possui um amplo trabalho de referência e, a cada dia, a Amesc estreita laços com a Universidade. Neste aniversário de 54 anos, estamos em plena construção do nosso Plano de Desenvolvimento Socioeconômico, que tem a Unesc como um dos pilares na construção desta visão de futuro. Parabéns, Unesc por trabalhar pelas pessoas e pela região”, relata o presidente da Amesc e prefeito de Timbé do Sul, Roberto Biava.

Inovação

Mas o protagonismo da Unesc não para por aí. Pensando nisso, a Universidade cumpre seu papel enquanto multiplicadora e difusora de conhecimento e desenvolvimento e reúne no projeto Inova Unesc um conjunto de ações conectadas que convergem em uma formação ainda mais inovadora e tecnológica, entre elas a Graduação Multi, um projeto inovador e pedagógico da Unesc voltado para os cursos de graduação e tem como objetivo desenvolver habilidades e competências integrando os saberes relacionados à profissão escolhida pelo estudante, com o desenvolvimento necessário ao cidadão e profissional do século 21.

Conexão a serviço da população

E para aumentar ainda mais essa conexão com a sociedade a Unesc colocou o grande ecossistema de inovação e empreendedorismo à disposição de toda a região, com o Unesc Connect, que tem o objetivo de fazer com que as diferentes pessoas, com os mais variados projetos e demandas, sejam conectadas dentro de um Hub de Inovação para desenvolverem soluções dentro e fora da Universidade.

“A Unesc é um patrimônio, uma grande conquista para a nossa região, e que exerce papel primordial no desenvolvimento educacional, econômico, social e cultural. É referência entre as universidades comunitárias do país, não medindo esforços para promover o crescimento, as transformações e a melhoria da qualidade de vida da comunidade”, enaltece o presidente da ACIC, Valcir José Zanette.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cermoful
Topo