Sargento dos Bombeiros dá dicas para evitar afogamentos | Morro da Fumaça Notícias
Fumacense
Geral

Sargento dos Bombeiros dá dicas para evitar afogamentos

GABRIELA RECCO

O número de afogamentos este ano é maior do que em 2018. Nos últimos dias, vários casos registrados no sul do Estado chamaram a atenção da população. O Sargento comandante do Corpo de Bombeiros de Morro da Fumaça, Renato Bonelli, trabalhou por 20 anos como guarda vidas nas praias catarinenses, e dá dicas de como evitar um afogamento.

“Quem vai a praia deve optar por local onde tenha guarda vidas, e, sempre que possível, ficar perto dele. Deve-se evitar tomar banho próximo de costões e procurar entender o que significa cada cor de bandeiras. O lema do bombeiro é: água no umbigo, sinal de perigo”, explica Bonelli.

Posto Pellegrin
Centro médico São Roque
Layze Guollo
CE Davi
Top Textil
Recco

Ele explica que é possível associar a cor das bandeiras com o semáforo. Verde – mar bom, Amarelo – mar ruim, e vermelho – mar perigoso. Já a bandeira preta indica que há um posto de guarda vidas desativado. “Evite entrar no mar com a bandeira vermelha. Ao sentir- se arrastado pela corrente de retorno ou repuxo, ou ainda, corredor e saída d’água, deve-se nadar sempre paralelo ao mar, sem tentar lutar contra a força da água. Tentar boiar e manter a calma, pedir por socorro, gesticulando e acenando, para que alguns banhistas ou os guarda vidas percebam a situação de risco”, ensina.

Evitar bebida alcoólica

O Sargento ainda aconselha a evitar banho de mar em seguida das refeições, e para quem ingeriu bebida alcoólica. “No caso de presenciar uma pessoa se afogando chamem o guarda vidas. Não tentar realizar o salvamento, se não tiver preparada para isso. Pois ao invés de uma, poderão ser duas vítimas. Se houver um objeto flutuante ao alcance, como bola, boia, estepe de carro ou um pedaço de madeira, estes deverão ser atirados para a vítima”, coloca Bonelli.

Cuidados em lagoas

Para os banhos em lagoas, rios e piscinas, os cuidados gerais devem ser os mesmos, além de evitar correr e se atirar de cabeça. “O famoso ‘ponto de cabeça’ é perigoso porque se o local não for muito profundo, o banhista pode bater a cabeça e ficar tetraplégico. Não colocar crianças sobre os ombros e jogá-las para baixo, pois elas correm o risco baterem a cabeça no fundo também”, pontua.

Horários

O Corpo de Bombeiros aconselha ainda evitar a prática de qualquer tipo de pescaria em área de banho entre às 8h e às 20h, além das áreas reservadas para entrada e saída de jet-ski. “Importante também evitar o sol entre às 10h e às 16h, sempre usando protetor solar com fator 30 no mínimo, de hora em hora.

Ao ser picado por águas vivas, a regra é não esfregar o local com areia, apenas sair da água, e procurar um guarda vidas solicitando vinagre para ser passado no local da ferida. “Quem perder uma criança de vista deve imediatamente solicitar ajuda aos guarda vidas para uma busca pela orla marítima”, finaliza o Sargento do Corpo de Bombeiros.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cermoful
Topo