Fumacense
Segurança

Mensagens aleatórias atrapalham funcionamento do Rede de Vizinhos em Morro da Fumaça

Sicredi
GABRIELA RECCO

Já são mais de 1100 pessoas cadastradas no programa Rede de Vizinhos da Polícia Militar, em Morro da Fumaça, com 20 grupos de WhatsApp ativos. Mas, o que muitos cidadãos confundem é o seu verdadeiro intuito do programa de policiamento comunitário.

“As pessoas precisam ter consciência da importância de não chamar nos grupos da Rede de Vizinhos para fazer cumprimentos, mensagens aleatórias, ou qualquer outra coisa que não seja sobre a segurança pública. Isso acaba atrapalhando o serviço da PM”, pontua o Sargento Martins, comandante da Polícia Militar de Morro da Fumaça.

Posto Pellegrin
Sicredi
Top Textil
Unicinco
RAC Selo
Couto e Cechinel advogados

A Rede de Vizinhos da PMSC é uma estratégia de policiamento, em que uma rede organizada entre comunidade e Polícia Militar, pautada na filosofia de polícia comunitária, reúne vizinhos de uma determinada localidade para atuarem em cooperação e se associarem com o intento de fomentar parcerias e fortalecer as relações interpessoais e a cidadania ativa do bairro, bem como de melhorar a relação entre a polícia e a comunidade e de aumentar a vigilância natural a fim de prevenir e restaurar problemas de ordem pública, garantindo a incolumidade física das pessoas e do patrimônio.

“Denúncias também podem ser feitas pelo 190 e aplicativo PMSC Cidadão que são os canais de acesso para o cidadão solicitar a presença da polícia militar. Eles funcionam perfeitamente. E hoje muitas pessoas têm acesso a um telefone e internet”, completa Martins.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cermoful
Topo