Soller
Geral

Bebê com múltiplas doenças gera solidariedade em Morro da Fumaça

Sicred
GABRIELA RECCO

A pequena Jhully Eduardo Correa, de apenas nove meses de idade, precisa da solidariedade para continuar sua luta pela vida. Moradora do município de Sangão, ela nasceu prematura de 34 semanas no dia 12 de dezembro do ano passado, e foi direto para a UTI Neonatal onde fez cirurgia com três dias de vida para retirada de um tumor no intestino.

De acordo com a mãe, Kalita da Rosa Correa, a criança tem tumores no sistema nervoso central e intracardíacos, hemangioma paravertebral, linfedemas nos membros inferiores, manchas hipocrômicas na pele, ectasia de aorta abdominal, cisto renal à direita, desnutrição, anemia, refluxo extremamente forte, grave alergia alimentar, atraso no desenvolvimento psicomotor, três tipos de crises e tem dificuldade no ganho de peso.

Layze Guollo
Unicinco
Valdeci Lanches
Garten Papelaria
Expresso Nova Era
Station Telecom 125

“Ela faz acompanhamento com o cirurgião geral, cirurgião vascular, oftalmologista, neurocirurgião, neurologista, cardiologista, endocrinologista, nutróloga, fonoaudiologia e pediatra. É uma grande despesa mensalmente”, explica.

Jhully usa o leite Neocate LCP, com ajuda de sonda nasojejunal. Também faz uso contínuo de gardenal, addera D3, zinco, morfina, PEG, ranitidina, ferro, propanolol, nexium, gastrobion e colidis. “O médico que levamos para avaliar custa R$ 650 a consulta. As três sessões de fisioterapia que ela precisa fazer por semana custam R$ 240. Cada lata deste leite custa R$ 250, e ela toma 10 por mês. O TCM que vai no leite é R$ 120 para 500ml. E o único medicamento que ela ganha do SUS é o gardenal e a morfina que pegamos no hospital”, lamenta a mãe.

Doações do Sagrada Face

Para ajudar a menina, o Grupo de Orações Sagrada Face doará todas as ofertas desta quarta-feira (9). O louvor acontece na Igreja Matriz São Roque, às 19h30.

“Toda segunda quarta-feira do mês o grupo arrecada doações para famílias necessitadas e nesta semana toda a oferta será revertida para a pequena a Jhully. Uma história que tocou meu coração”, conta uma das participantes da Sagrada Face, Isabela Pellegrin.

Quem também quiser ajudar pode entrar em contato pelo telefone (48) 9 9942-2595, ou fazer um depósito em nome de Jhully Eduardo Correa, Caixa Econômica Federal, agência 1788, conta 13615-8, operação 013. 013. Ainda é possível ajudar clicando aqui. A história dela está contada no Instagram.

Paella beneficente

Também no dia 10 de novembro, a partir do meio dia, acontece uma Paella Beneficente em prol da Jhully, na Sociedade Morro da Fumaça Clube, Linha Frasson. O valor do ingresso é de R$ 25 e pode ser adquirido com a mãe ou com Adriana, pelo telefone (48) 9 9697-4501.

RAC

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Samae
Topo