Soller
Variedades

Animais domésticos precisam de cuidados especiais nesta época do ano

Arroz Fumacense

O verão chegou com tudo, e com ele, todos os seus benefícios e malefícios do dia-a-dia, atingindo não só os humanos como também os animais domésticos que estão em nossa volta.

O médico veterinário da Pet Point Animal, Mateus Berlinck, explica que alguns animais precisam de um cuidado maior nessa época do ano. “O calor em si já se torna um fator estressante para os animais, pois os mais peludinhos acabam sofrendo com esse abafamento, dessa forma, uma tosa caprichada ajuda no combate desses tipos de problemas. Além disso, animais também gostam de um ventilador e de um ar condicionado, entretanto, em tempos prolongados também podem ser acometidos por gripes e resfriados. Então, nada de excessos”.

Expresso Nova Era
Esdra
Top Textil
Garten Papelaria
Daiani Salão de Beleza
Sicredi

Os cães costumam ser os animais domésticos que mais sofrem com calor, pela espessura do pelo e também por em sua maioria terem mais quantidade, no entanto, alguns felinos também precisam de cuidados. “Os persas e outros gatos peludos também tem suas exigências de cuidados, eles podem entrar em um banho e tosa para amenizar os problemas com o calor durante esse período de verão. Hoje o mundo pet vem avançando cada vez mais em tecnologias não só medicinais, como também de situações rotineiras, e em alguns pets shop já se encontram tapetes gelados para refrescar o seu animalzinho dentro de casa”, explica Mateus.

Doenças caninas em praia

Quem não gosta também de uma praia? Os animais também gostam!  Apesar disso, como existem muitos deles vivendo nas ruas dos balneários da nossa região, a rotação dos vírus causadores de viroses importantes como cinomose, parvovirose, leptospirose, é muito maior. Desta forma é sempre importante manter as vacinas dos seus bichinhos em dia. “A vacina é a única prevenção contra essas graves doenças que não tem época de ano predileta, mas costumam acontecer em sua grande parte no verão”, ressalta o médico veterinário.

Além dessas viroses, os parasitas costumam “fazer a festa” no verão. Pulgas, carrapatos, moscas, costumam estar presentes nessa época do ano e hoje o mundo pet possui diversas formas para proteção dos animais contra esses parasitas. “Esses parasitas são responsáveis por transmitir diversas doenças sanguíneas aos cães e gatos, como a babesiose e a erliquiose, que destroem alguns tipos de células do sangue, além de causarem anemia severa, febre, fraqueza, dentre outros sintomas, por isso é sempre muito importante estar atento a qualquer mudança no comportamento do animal, dessa forma e seguindo os cuidados, poderemos manter a saúde e o conforto dos nossos companheiros de quatro patas”, finaliza Mateus.

Todas as medicações sejam elas preventivas ou para tratamento das enfermidades, devem ser sempre guiadas por um médico veterinário habilitado e capacitado a atender as requisições necessárias para cada caso.

Angela Barbara Pereira / Foto: Google

RAC

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Topo