Soller
Saúde

Em agosto, 667 pessoas faltaram a consultas e exames em Morro da Fumaça

Sicred
MARCIANO BORTOLIN / PMMF

Não é raro o fato de um paciente aguardar a sua vez de realizar um exame ou consulta e quando chega na sua vez, ele não comparece e ainda não justifica junto à Secretaria de Saúde. Morro da Fumaça convive com este problema registrado também em outras cidades. Além de tirar a vaga de outra pessoa, o absenteísmo, que é como os profissionais da saúde chamam esta falta sem justificativa, acaba causando impacto financeiro aos cofres do Município.

Somente em agosto de 2019, 667 pessoas não compareceram aos exames e consultas previamente agendadas. “O Município vem investindo cada vez mais para agilizar os atendimentos e diminuir as filas, mas estas faltas acabam prejudicando o andamento dos atendimentos”, destaca o secretário do Sistema de Saúde, Robson Francisconi.

Esdra
Sicredi
Garten Papelaria
Valdeci Lanches
Layze Guollo
Unicinco

As consultas com clínico geral são disparadas as que mais obtiveram faltas: 253 ao longo de agosto. Na sequência vem as consultas com os especialistas: 167 ausências.

“Faltômetro”

A partir do último mês, cada unidade de saúde do município ganhou “Faltômetro”, onde os profissionais da saúde anotam a quantidade de ausências. “Buscamos inibir estas ausências e conscientizar a população para não falta ou, se não puder comparecer, que avise, pois assim dará a vaga para outra pessoas”, fala o secretário.

O paciente que falta ao exame ou consulta volta ao fim da fila, demorando ainda mais para ser atendido. Caso justifique a ausência, há a possibilidade de ser recolocado no sistema.

RAC

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cermoful
Topo