Soller
Saúde

Em agosto, 667 pessoas faltaram a consultas e exames em Morro da Fumaça

Sicredi
MARCIANO BORTOLIN / PMMF

Não é raro o fato de um paciente aguardar a sua vez de realizar um exame ou consulta e quando chega na sua vez, ele não comparece e ainda não justifica junto à Secretaria de Saúde. Morro da Fumaça convive com este problema registrado também em outras cidades. Além de tirar a vaga de outra pessoa, o absenteísmo, que é como os profissionais da saúde chamam esta falta sem justificativa, acaba causando impacto financeiro aos cofres do Município.

Somente em agosto de 2019, 667 pessoas não compareceram aos exames e consultas previamente agendadas. “O Município vem investindo cada vez mais para agilizar os atendimentos e diminuir as filas, mas estas faltas acabam prejudicando o andamento dos atendimentos”, destaca o secretário do Sistema de Saúde, Robson Francisconi.

Station Telecom 125
Expresso Nova Era
Esdra
Layze Guollo
Top Textil
Unicinco

As consultas com clínico geral são disparadas as que mais obtiveram faltas: 253 ao longo de agosto. Na sequência vem as consultas com os especialistas: 167 ausências.

“Faltômetro”

A partir do último mês, cada unidade de saúde do município ganhou “Faltômetro”, onde os profissionais da saúde anotam a quantidade de ausências. “Buscamos inibir estas ausências e conscientizar a população para não falta ou, se não puder comparecer, que avise, pois assim dará a vaga para outra pessoas”, fala o secretário.

O paciente que falta ao exame ou consulta volta ao fim da fila, demorando ainda mais para ser atendido. Caso justifique a ausência, há a possibilidade de ser recolocado no sistema.

RAC

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cermoful
Topo